Arquivos da categoria: Dicas

Dicas para harmonizar vinho e comida

vinhos

Vinho branco vai bem com peixe, e carne vermelha vai com vinho tinto? Nem tanto! É preciso fazer uma análise do prato e do vinho para buscar seus elementos principais.

Não há muito mistério na hora de harmonizar vinho e comida, mas pequenos cuidados devem ser adotados, como por exemplo, analisar o peso e a textura tanto do vinho a quanto da comida. A regra é simples: pratos leves devem acompanhar vinhos leves. Pratos ácidos devem acompanhar vinhos leves e bem frescos. Já os pratos gordurosos e untuosos precisam de vinhos com taninos mais potentes e acidez alta.
Para ajudá-lo a valorizar e servir o vinho com a comida adequada, separamos alguns pratos e suas harmonizações:

Vinhos que harmonizam com Saladas
Se houver limão ou aceto balsâmico, melhor para os vinhos brancos bem frescos e acídulos, como Sauvignon da Nova Zelândia, Loire e Bordeaux. Espumantes bem jovens, frescos e leves podem surpreender..

Para harmonizar vinhos e Frutas Frescas
A textura e o sabor doce e ácido das frutas frescas são perfeitas para serem harmonizadas com Moscatel espumante ou Moscato d’Asti. Evite outros tipos de vinhos doces que possuam mais de 12 graus de álcool..

Vinho para Espaguete à Carbonara
Prato potente, com ovos, embutidos e especiarias. Melhor com vinho de sabor médio, de taninos moderados e boa acidez, com estágio em madeira, como os italianos da Toscana ou os Côtes du Rhône..

Harmonização de vinhos com Molho de Tomate
Pratos com esse tipo de molho que geralmente são ácidos, reduzidos, com notas vegetais de temperos e ervas frescas, pedem vinhos igualmente ácidos, como o Chianti, Bardolino, Valpolicella, Rosso di Montalcino e Barbera

Vinhos ideais para Salmão, atum e peixes gordos de água doce
Peixe com alto teor de gordura boa e sabor marcante é ideal para tintos e brancos, desde que os tintos sejam leves e os brancos encorpados, como o Chardonnay, Pinot Noir, Valpolicella e o Beaujolais.

Vinhos para harmonizar com Pizza
De queijo: boa com vinhos tintos leves e de médio corpo e brancos potentes. Portuguesa e de vegetais em geral: ideal com tintos leves ou brancos de médio corpo. Atum e de demais que levam peixes e frutos do mar: melhor o sabor que provém dos brancos leves e rosados. Calabresa e embutidos com requeijão: bons para os vinhos tintos.

Fonte: www.sommelierwine.com.br

8 problemas que você resolve com vinagre

Ele não é útil apenas na culinária. O vinagre é um verdadeiro aliado da manutenção da casa e pode ser usado para diversos fins, substituindo até produtos químicos

O vinagre pode substituir produtos químicos na limpeza da casa e até na hora de lavar roupas (Foto: Carlos Cubi/Editora Globo)

Sua avó certamente já conhecia alguns dos truques abaixo, mas a vida moderna nos nos faz esquecer das ideias mais simples para confiar apenas em soluções industrializadas – que costumam ser bem menos econômicas. Depois de saber quantas funções o vinagre pode assumir, você vai querer passar no supermercado mais próximo e aumentar o seu estoque na despensa.
1 – Suavizar mau cheiro de carpetes e tapetes
Para uma limpeza a seco, espalhe bicarbonato de sódio sobre a superfície e, então, passe o aspirador de pó. Se quiser eliminar odores de forma mais profunda, aposte na mistura de vinagre branco e água. Para cada litro de água, coloque três colheres de sopa de vinagre. Aplique com esponja ou pano de limpeza, esfregando suavemente. Depois, use um pano seco para eliminar o excesso. Não seque ao sol.

2 – Eliminar ácaros de colchões e travesseiros
Ácaros podem ser reduzidos, mas nunca totalmente eliminados. Prepare uma solução caseira acaricida: três litros de água e 200 ml de vinagre branco. Aplique-a no colchão com esponja, cuidando para não encharcar. Travesseiros podem ser higienizados da mesma forma — lembre-se: eles precisam ser trocados a cada dois anos. Depois da limpeza, as peças devem ser mantidas em local bem ventilado até secarem por inteiro.

3 – Limpar o rejunte mofado do banheiro
Misture bicarbonato de sódio e água quente e esfregue o rejunte com escovão. Para suavizar as manchas de pias e bacias, aplique uma pasta de bicarbonato e vinagre branco e deixe agir por algumas horas.

4 – Como desencardir peças brancas sem utilizar produtos industrializados
O vinagre branco e o bicarbonato de sódio são bons alvejantes e também funcionam para desencardir roupas. Em um balde com cinco litros de água, coloque um copo de vinagre e deixe a peça de molho por uma hora. Lave normalmente com sabão em pó de qualidade. Outra opção é colocar a peça de molho em água fria, sabão e uma xícara de chá de bicarbonato de sódio. Depois, realize a lavagem normal.

5 –  Retirar o cheiro impregnado nos potes de plástico
Um erro comum é o uso da água sanitária na limpeza de plásticos. O produto pode ser absorvido pelo plástico e penetrar nos alimentos. Para prevenir o mau cheiro nesses utensílios, basta lavá-los com água e detergente, secá-los e guardá-los destampados. Para recuperar peças que estejam com odor, coloque de molho em água morna e vinagre por 15 minutos. Em casos de maus cheiros persistentes, use vinagre puro.

6 – Tirar etiquetas de produtos novos
Quando a superfície é porcelana, vidro, metal ou plástico, basta despejar água quente para que a cola derreta e o papel se solte. Para outros materiais, tente detergente ou vinagre. Óleo de cozinha também amolece a etiqueta!

7 –  Eliminar a umidade de armários e gavetas
Ao notar mofo nos armários, remova a camada de fungo com um pano ou esponja umedecida em vinagre branco. Se houver manchas, esfregue levemente. Espere secar e reponha as roupas. Caso o surgimento do mofo seja recorrente, posicione potinhos com bicarbonato de sódio nas extremidades dos nichos e gavetas. Outra solução são os sachês de sílica granulada, à venda em lojas de produtos de limpeza. O efeito é o mesmo do bicarbonato.

8 – Higienizar a máquina de lavar roupa
Programe um ciclo completo com a água no nível máximo. Acrescente 200 ml de vinagre branco ou água sanitária.

 

Fonte: CasaeJardim.

6 alimentos que toda pessoa que quer emagrecer deve ter na geladeira

Se você não é do tipo que segue à risca dietas, mas quer manter uma alimentação saudável e evitar ganhar aqueles quilos extras, uma mudança na geladeira é um bom começo para evitar guloseimas desnecessárias. Antes de cair na tentação de comprar produtos prontos e congelados –ainda que com os apelos de “light” na embalagem-, dê uma olhada nesta lista de alimentos que são aliados da boa forma.

Uma geladeira abastecida com alimentos saudáveis é essencial para evitar a tentação do delivery ou da comida pronta (Foto: Think Stock)

Limão
Espremer um limão é a melhor maneira de dar mais sabor a sua água ou chá sem adicionar calorias. A fruta também pode ser misturada a outros vegetais, como pepino e gengibre para um suco detox que hidrata e refresca.

Espremer limão na água ou em chás dá mais sabor sem adicionar calorias (Foto: Think Stock)

Iogurte grego
Mesmo que não seja a versão light, o iogurte é uma ótima opção para aquelas horas em que bate vontade de comer um doce. Misture frutas vermelhas ou secas para dar mais sabor e valor nutricional. Além disso, o iogurte grego pode ser uma alternativa saudável para substituir maionese ou manteira em uma infinidade de molhos.

Misture frutas secas ou frescas para dar mais valor nutricional ao iogurte grego (Foto: Think Stock)

Ovos
Sim, sabemos que as gemas são uma fonte de colesterol. Mas nada como ovos para preparar um café da manhã saudável, rico em proteína. Evite os excessos usando mais claras que gemas para um omelete menos calórico.

Nada como ovos para um café da manhã saudável e rico em proteínas (Foto: Think Stock)

Uma proteína pronta para comer
Para aqueles dias que você está morrendo de fome enão tem tempo de preparar algo, ter uma geladeira com algumas proteínas pré-cozidas vai evitar que você recorra ao telefone do primeiro delivery. Peito de frango pré-cozido, quinoa e peixes como salmão estão entre os melhores alimentos para uma refeição rápida e com poucas calorias.

Salmão está entre os melhores alimentos para uma refeição rápida e com poucas calorias (Foto: Think Stock)

Vegetais cortados
Tenha sempre à mão alguns legumes prontos para comer para quando bater aquela vontade de beliscar algo. Mini cenouras, aipo e pepino japonês estão entre as várias opções que você pode comer crus, cortados em palito, com alguma opção de molho saudável.

Legumes prontos para comer vão dar saciedade naquela hora que dá vontade de beliscar algo (Foto: Think Stock)

Frutas
Ok, isso não é exatamente uma novidade. Mas é preciso se convencer que a mesma mão que leva uma fatia de torta à boca, pode levar uma maçã. E tudo bem se você detesta maçãs. Varie as frutas que pode pescar no refrigerador para matar a fome de acordo com as opções da estação.

Varie as frutas na geladeira de acordo com a estação do ano (Foto: Think Stock)

Fonte: http://glo.bo/1lGc1Jg

Dicas de como harmonizar vinhos e queijos

Identificar e agrupar os mais diferentes tipos de queijos é o primeiro passo para o sucesso da sua harmonização com as variedades enormes de vinhos que existem. Segundo a escritora Juliet Harbutt, cujo livro “O Livro do Queijo” (Editora Globo, 2010) é referência e ótima fonte de investigação para os apreciadores do produto, eles se dividem em: fresco e fresco curado (ricota, requeijão, cottage, muçarela de búfala) branco mole  (brie, camembert e coulommiers), semimole (emmental, gouda, saint-paulin), duro (parmesão, pecorino, grana padano), azul (gorgonzola, roquefort, stilton) e temperado.

shutterstock_179771144

De acordo com essa classificação, os especialistas recomendam o seguinte:

– Os queijos frescos e curados, de modo geral, se dão melhor com vinhos brancos leves, secos e com nível de acidez elevado, como os Sauvignon Blanc e Chardonnay.

– Os bancos moles, por sua vez, se equilibram bem com os espumantes por causa da contraposição entre o sal do queijo e a efervescência do vinho, mas também harmonizam bem com os vinhos Riesling e Gewürztraminer.

– Os queijos semimoles podem se conciliar bem com os brancos de forte aroma, bem como os tintos leves e frutados, como os Beaujolais, Barbera e Dolcetto.

– Os queijos duros, por ter sabor com maior presença e complexidade, estão mais propícios à harmonização com vinhos tintos encorpados, pois sua acidez e nível de sal controlado não conflitam com o corpo dos tintos. Os clássicos Chianti e Bordeaux são uma excelente pedida.

– Por fim, os azuis produzem maior satisfação quando acompanhados pelos vinhos doces como o Porto Vintage e Sauternes.

O encontro entre as texturas, aromas, sabores dos diferentes tipos de vinhos e de queijos existentes no mundo é um dos prazeres maiores que um apreciador da boa culinária pode ter. Mas harmonizar tais produtos é uma tarefa que exige um conhecimento prévio das variedades infinitas de ambos. Cada tipo de vinho, assim como cada sabor específico de queijo requer um parceiro ideal quando se trata de conciliá-los. Algumas regras básicas são essenciais para que o encontro entre vinhos e queijos se torne um sucesso de degustação, ainda que o mais importante seja a experiência empírica e o gosto pessoal de cada pessoa.

Fonte: Clube do Vinho.

Mitos e verdades sobre a geladeira

Com certeza a sua avó já te disse para não colocar pratos ainda quentes na geladeira. Ou, na sua casa, o tênis ia para trás do refrigerador para secar. Mas será que isso tudo é verdade e funciona? Elaboramos um guia com os mitos que rondam o eletrodoméstico mais importante da cozinha, onde guardamos e conservamos todas as delícias que são ali preparadas.

shutterstock_99385886

 

Vale ler para cuidar melhor do aparelho e dos alimentos armazenados. Confira:

Abrir e fechar a porta excessivamente prejudica o funcionamento da geladeira.
Verdade. Quando a porta é aberta, o ar frio sai. Ao fechá-la, recomeça o processo para gelar e manter a temperatura ideal. Quanto mais tempo aberta, maior será a troca de calor e a energia consumida.

Refrigerador perto de fontes de calor “força” o aparelho.
Verdade. Evite posicionar a geladeira próxima a fogão e micro-ondas para que o equipamento não seja forçado a trabalhar mais e gastar mais energia para manter a temperatura interna ideal.

Após desligado, o refrigerador pode ser religado a qualquer momento.
Mito. Sempre que desligar o aparelho, especialmente para transportá-lo de um lugar a outro, espere duas horas para colocá-lo na tomada novamente. É o tempo necessário para que o gás e o óleo em seu interior se assente. Em caso de viagens longas, inclusive, recomenda-se limpar e desligar a geladeira para economizar energia.

O degelo acelera com secador de cabelo, água quente ou faca.
Mito. Qualquer um desses artifícios pode provocar danos nas partes elétricas.

Carvão e café dentro da geladeira combatem odores ruins.
Em tese, sim. Mas também deixam seus aromas permanentes. Para evitar mau cheiro no eletrodoméstico é aconselhável investir em produtos que contenham filtro.

Geladeiras frost free não precisam ser desligadas.
Verdade. A tecnologia desse tipo de refrigerador já promove o degelo automático. O ar circula o tempo todo no aparelho. Também evita odores internos.

Colocar alimentos ainda quentes no refrigerador é prejudicial ao equipamento.
Verdade. E ao alimento também. A geladeira demora a resfriar e a comida fica mais tempo exposta ao ataque de micro-organismos. Além disso, o alimento em temperatura elevada esquenta os outros que já estavam armazenados.

A grade atrás da geladeira é ótima para secar roupas e tênis.
Em tese. Até seca. Mas essa grade é o condensador, que faz a troca de calor do sistema de refrigeração. Quando são colocados panos pendurados ou sapatos, o funcionamento desse sistema fica prejudicado.

 

Fonte: CasaeJardim

Dois passos e suas tolhas vão ficar fofinhas

shutterstock_74781955

Tem sensação mais gostosa que tocar em uma toalha bem fofinha?

Geralmente as toalhas novas ou as toalhas com algum tempo de uso parecem repelir a água em vez de absorvê-las.

Além de não absorverem a água ainda acabam ficando ásperas e em vez de nos massagear acabam pinicando.

Ao contrário do que a maioria imagina, a solução para devolver a suavidade não é o amaciante. Muitas vezes ele acaba até piorando a situação.

Porém suavizar as suas toalhas é um processo bem simples.

Confira dois passos bem simples e fáceis:

1- Adicione uma xícara de vinagre no ciclo de lavagem. Dilua o vinagre em água e quando o ciclo de lavagem já tiver com bastante água, coloque-o nas suas toalhas. Este passo é fundamental para todo o processo. Se adicionar o vinagre diretamente nas toalhas ele pode descolori-las.

2 – Depois faça um segundo ciclo de lavagem e acrescente meia xícara de bicarbonato de sódio.

Notas importantes:

– Não use nenhum detergente em qualquer dos ciclos de lavagem.

– Não use o vinagre e o bicarbonato de sódio no mesmo ciclo de lavagem.

 

Fonte: DecoraçãoFácil.com

Dicas para entreter as crianças durantes as férias

As férias estão quase terminando e seu filho/a não saiu de frente do computador e do videogame? Confira dicas para entreter a criançada e deixar as férias mais criativas e divertidas!

  • Piquenique
Que tal fazer um piquenique no parque? Passeios ao ar livre são importantes para a garotada entrar em contato com a natureza, brincar com outras crianças, desenvolvendo a sociabilidade. Leve o lanche pronto (com direito a cesta de piquenique e toalha xadrez) e faça-o embaixo de alguma árvore.
   0,,22742711,00
  • Sessão cinema
Cinema em casa é outra coisa que a criançada adora. Principalmente nos dias de chuva. Prepare uma sessão de cinema em casa. Deixe a sala mais escura, alugue Dvds divertidos e chame alguns amigos e primos. Complete a festa com muita pipoca e refrigerante. Com certeza a própria garotada dará ótimas opções de filmes, faça a escolha com eles.
0,,53689574-EXH,00
  • Acampadentro
Acampamento dentro de casa. Arme uma barraca dentro do quarto das crianças, sala ou jardim. Dentro dela, a criançada pode colocar tapetes, almofadas, som… Dá para fazer um delicioso lanche para comerem dentro da barraca. O que vale mesmo é soltar a imaginação!
camp2

  • Mestre Cuca
Leve as crianças para cozinhar. Com a supervisão de um adulto, escolha o cardápio. Faça pratos fáceis… (Como brigadeiros, macarrão, saladas). Com certeza eles vão curtir a brincadeira. E aproveite para ensinar a limpar tudo depois de terminar de fazer a refeição.

shutterstock_66149953

 

Fonte: EducaçãoemDestaque